A lei de terceirização e os impostos

Compartilhe -

A lei de terceirização vai possibilitar a MAIOR sonegação de impostos e diminuição na arrecadação do governo como NUNCA aconteceu em TODOS os tempos.  Isso será maravilhoso, para o trabalhador, para as empresas e até para o governo.

O povo terá maior liberdade para usar o próprio dinheiro, e fazer o país crescer.

Serão abertas MILHARES e MILHARES de pequenas empresas. As grandes empresas se dividirão em pequenas, o faturamento será dividido e consequentemente o percentual de impostos é menor.

As novas empresas serão SIMPLES NACIONAL ou MEI (micro-empreendedor individual).  Essas empresas pagam menos impostos, nem todas precisam emitir nota e a maioria sonega.

As empresas “normais”, que chamamos de “debito e credito”, pagam impostos acima de 18%, chegando a 30% e até mais.

Em geral as empresas no Simples Nacional e MEI,  pagam de 4% a 9,5% existem variações a depender do faturamento. A maioria das MEI nem emitem nota e pagam apenas uma taxa mensal de contribuição ao INSS.

O dinheiro vai circular MAIS nas mãos do povo e MENOS nas mãos do governo. Com isso multiplica-se a produção de bens de serviços.

Até o dinheiro chegar às mãos do governo ja terá passado por MUITO mais pessoas e gerado MUITO mais PIB.

Depois de alguns meses, o País terá uma explosão de crescimento.  Com o aumento da produção e do consumo, naturalmente o governo retornará com a arrecadação de impostos só que o povo terá maior liberdade em decidir se paga ou não paga os impostos.

A arrecadação do imposto de renda pra quem optar ser MEI vai DESPENCAR de forma AVASALADORA.

Uma pessoa poderá ser MEI e trabalhar em 3 ou mais empregos, livre de patrão, fazendo os próprios horários e ganhando MUITO mais.

Seja seu próprio patrão abra uma micro-empresa, o mercado está pra mudar.